Diretoria de Vigilância Epidemiológica afirmou que a segunda remessa das doses está disponível para as regionais de Saúde, que fazem a distribuição aos municípios.

Xanxerê, no Oeste do estado, foi um dos municípios que esgotaram a quantidade inicial de doses recebidas Prefeitura de Xanxerê/Divulgação A campanha de vacinação contra a gripe chegou ao terceiro dia nesta quarta-feira (25) com a imunização suspensa em cidades de todas as regiões de Santa Catarina.

Conforme informado pelas prefeituras, por meio de assessoria, notas e publicações em rede social, o motivo foi o término das doses inicialmente disponibilizadas.

A campanha foi antecipada em todo o país por causa da pandemia do novo coronavírus. De acordo com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), a segunda remessa de vacinas está disponibilizada desde terça (24) para as regionais de Saúde, que fazem a distribuição aos municípios. Até a manhã desta quarta-feira, as regionais de Joaçaba e Concórdia, no Oeste, e de Videira, na Serra, ainda não haviam buscado as doses.

A Diretoria afirma que um caminhão levará as vacinasaté essas cidades ainda nesta quarta. Confira as cidades que registraram falta de doses até a manhã desta quarta-feira (25): Norte Joinville e São Francisco do Sul. Oeste Xanxerê, Concórdia e São Miguel do Oeste. Sul Criciúma, Araranguá e Tubarão. Vale do Itajaí Gaspar, Pomerode, Itapema e Camboriú. Grande Florianópolis Biguaçu e Palhoça. Serra Otacílio Costa, São Joaquim, Curitibanos e Urupema. Campanha Apesar de o Ministério da Saúde ter estabelecido um cronograma de vacinação com período destinado a cada público-alvo da campanha, algumas cidades têm priorizado a vacinação de determinados grupos, como idosos acima de 80 anos, asilados e profissionais de saúde. Em nota, a pasta disse que cada estado e município têm buscado estratégias para diminuir a concentração de pessoas por causa da pandemia. O Ministério da Saúde reforçou que a vacina não previne contra o novo coronavírus, mas auxilia na exclusão do diagnóstico para a doença já que os sintomas são parecidos.

Veja mais notícias do estado no G1 SC