Com o fim do megaferiado, metrópole registrou 47% de adesão ao isolamento, enquanto a vizinha Hortolândia ficou em 40%.

Melhor marca foi de Mogi Mirim (49%), acima da média do Estado.

Mensagem orienta sobre isolamento social, em Campinas Carlos Bassan / Prefeitura de Campinas Depois de apresentar na quarta-feira o melhor resultado no isolamento social entre as 12 cidades da região monitoradas pelo Estado, Campinas (SP) voltou a registrar queda no indicador com o fim do megaferiadão.

Além da metrópole, outros dois municípios tiveram reduções na taxa em relação ao dia anterior, sendo que Hortolândia (SP), com 40%, teve o pior desempenho desde o início da quarentena por conta do novo coronavírus. Do relatório apresentado nesta sexta-feira (29) pelo Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI), apenas Mogi Mirim (SP), com 49%, ficou acima da média do Estado, que foi de 48%.

MAPA: casos de coronavírus pelo Brasil Coronavírus: veja perguntas e respostas Veja o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus Nenhuma das cidades apresentem índice de isolamento social igual ou superior a 55%, meta que havia sido estipulada pelo próprio Estado como um dos fatores para conseguir achatar a curva de contaminação pelo novo coronavírus e evitar o colapso da rede de saúde - todas, entretanto, foram classificadas na zona laranja (fase 2) do Plano São Paulo para aplicação das medidas de flexibilização da economia a partir desta segunda-feira (1). Taxa na quinta (28/05) e comparativo com dia anterior Americana: 44% (mesmo percentual do dia anterior) Amparo: 44% (mesmo percentual do dia anterior) Campinas: 47% (redução de 2 pontos percentuais) Hortolândia: 40% (redução de 5 pontos percentuais) Indaiatuba: 48% (mesmo percentual do dia anterior) Itapira: 44% (redução de 2 pontos percentuais) Mogi Guaçu: 44% (mesmo percentual do dia anterior) Mogi Mirim: 49% (aumento de 1 ponto percentual) Paulínia: 45% (mesmo percentual do dia anterior) Sumaré: 44% (mesmo percentual do dia anterior) Valinhos: 48% (mesmo percentual do dia anterior) Vinhedo: 47% (aumento de 1 ponto percentual) Estado de São Paulo: 48% (mesmo percentual do dia anterior) Fim do 'megaferiado' em Campinas O fim do "megaferiado" de cinco dias em Campinas, que havia antecipado os feriados de Corpus Christi e da Consciência Negra para terça e quarta-feira, derrubou em dois pontos percentuais o índice obtido na quarta-feira (49%), retornando aos patamares registrados no mesmo dia da semana anterior. Apesar da pequena variação durante o megaferiado, o prefeito de Campinas, Jonas Donizette, tratou de enaltecer os resultados obtidos e valorizar cada ponto percentual que, segundo ele, significa 12 mil pessoas cumprindo as medidas de isolamento social. Hortolândia O índice de 40% de isolamento social registrado em Hortolândia na quinta-feira foi o pior durante toda a quarentena, segundo o relatório do SIMI.

A pior marca, até então, havia sido registrada no dia 26 de maio, com 41%.

A cidade chegou a registrar como melhor marca 62%, em um domingo (19/4). Como é feito o monitoramento? O monitoramento inteligente é feito com base em dados cedidos pelas operadoras Vivo, Claro, Oi e Tim.

Em nota, a assessoria do Estado destaca que o sistema analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. Coronavírus: como usar a máscara? Formas erradas e corretas de usar máscara de proteção contra o coronavírus Arte/G1 Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas.