Segundo a polícia, disparos foram feitos pelo irmão da vítima, de 9 anos, em uma chácara do avô, no sábado (23).

Ninguém foi preso.

Arma artesanal foi apreendida por policiais militares na chácara, em Mariluz, no noroeste do Paraná PM/Divulgação Uma menina de 7 anos morreu depois de ser atingida por tiros de uma arma artesanal em Mariluz, no noroeste do Paraná, na tarde de sábado (23), de acordo com a Polícia Civil.

Segundo o delegado Isaías Cordeiro, a criança foi atingida enquanto brincava com o irmão, de 9 anos, e outras crianças na casa do avô, em uma chácara.

O irmão é suspeito de ter disparado e atingido a menina, informou o delegado.

Foram cinco tiros nos braços, coluna e cabeça.

Ela chegou a ser levada a um hospital, mas não resistiu.

Conforme o delegado, ocorreram vários disparos pela arma, que foi apreendida, ser artesanal.

O avô, segundo ele, pode responder por omissão da guarda e posse ilegal de arma de fogo.

Ninguém foi preso. Cordeiro explicou que o homem e outras pessoas serão ouvidas na segunda-feira (25) para apurar detalhes do caso. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.